Você sabe o que é Cotovelo de Tenista? Entenda sobre essa lesão e como a Quiropraxia pode ajudar!

 
Apesar de se chamar Cotovelo de Tenista, esse problema não é exclusividade para quem pratica tênis, como os campeões Serena Williams ou Roger Federer.
 
Embora os jogadores de tênis possam ser afetados por esse problema, ele também afeta jogadores de beisebol, nadadores, carpinteiros, encanadores, açougueiros ou qualquer um que faça movimentos repetitivos com os braços.
 
Pode ser tão doloroso que levantar a xícara de café da manhã até sua boca pode se tornar uma provação.
 
Entenda como a Quiropraxia pode tratar essa lesão!
 

O que é Cotovelo de Tenista?

Cotovelo de Tenista pode ser aguda, causada por inflamação ou crônica, causada por colágeno degenerado.
 
No cotovelo de tenista agudo, você encontrará a inflamação no tendão e na massa óssea na parte externa do cotovelo. Essa inflamação acontece por causa do estresse repetitivo colocado nos músculos do antebraço. O estresse repetitivo faz com que os tendões do cotovelo fiquem irritados e exerçam uma força na articulação do cotovelo, levando à inflamação.
 
Cotovelo de tênis crônico é mais visto em não-atletas entre as idades de 35-55 anos de idade. Na maioria dos casos, é um resultado da degeneração do tendão, que faz com que o tecido normal seja substituído por um arranjo desorganizado de colágeno. Pode acontecer como resultado de um único evento traumático ou estresse repetitivo.
 

Como sei se tenho Cotovelo de Tenista?

Esse problema causará dor na maçaneta óssea do lado de fora do seu cotovelo. É aqui que os tendões lesados ​​se conectam ao osso. Você também pode sentir dor na parte superior ou inferior do seu braço. Quem sofre desse problema, pode sentir dores quando levanta ou segura objetos, uma simples abertura de porta ou até quando tenta endireitar o pulso.

Como evito o Cotovelo de Tenista?

Alongamento
Para aqueles que sabem que seu trabalho ou brincadeira envolverá muitos movimentos repetitivos dos braços, o alongamento será a melhor medida preventiva contra o Cotovelo de Tenista. O alongamento desses músculos funciona para fortalecê-los ao longo do tempo. 
 
Espremer e liberar o exercício
Fortalecer os músculos do pulso ajudará a evitar o cotovelo de tenista. Ironicamente, uma ótima ferramenta para conseguir isso é uma bola de tênis. Segure uma bola de tênis na mão do seu braço ferido. Esprema e solte a bola de tênis por 2-3 minutos, 3-4 vezes ao dia.
 

Como faço para tratar o Cotovelo de Tenista?

Um estudo recente mostrou que o tratamento quiroprático é eficaz para o cotovelo de tenista. Seu quiropraxista avaliará sua dor e determinará primeiro a causa de seu cotovelo de tenista.
 
O tratamento quiroprático para o cotovelo de tenista pode incluir: Terapia de Liberação Ativa (ART), a técnica de Graston, que é um método assistido por instrumento que seu quiropraxista usa para detectar e resolver aderências nos músculos e tendões.
 
Cotovelo de Tenista não deve ser ignorado. Sem o tratamento adequado, é improvável que desapareça por conta própria. A dor pode até começar a se espalhar para o antebraço e o pulso. A órtese temporária pode ajudar a impedir que o cotovelo de tenista se agrave, mas é como um band-aid em vez de uma cura.