Saiba quais os perigos da má postura e como melhorá-la

 
Sabia que nem sempre uma posição que parece confortável é a mais adequada para o nosso corpo? Isso se dá porque quando adotamos uma má postura, ela pode ser agradável no começo, pois acomoda a estrutura corporal. Contudo, ao mesmo tempo, pode também forçar articulações e acarretar problemas.
 
A postura ruim, portanto, não afeta somente a nossa aparência, mas também traz abalos para a saúde. Por isso, é fundamental que saibamos identificar esse hábito nocivo e corrigi-lo. Continue lendo o artigo para conferir todas essas informações e cuidar melhor de si mesmo!
 

Por que precisamos ter uma postura correta

Se você observar a forma como as pessoas caminham ou sentam, por exemplo, perceberá que existe uma diferença expressiva entre aquelas que adotam a posição correta da coluna e as que se mantêm em uma má postura.
 
É visualmente perceptível, no segundo caso, que o corpo não está posicionado do modo certo, o que afeta significativamente a aparência. Inclusive, a má postura transpassa a imagem de insegurança, timidez e descuido consigo mesmo, interferindo até mesmo no modo como interagimos com as demais pessoas.
 
No entanto, adotar a postura correta não é somente uma questão de imagem, já que o contrário pode sobrecarregar diversas estruturas corporais que, com o tempo, sofrem lesões e desgastes. Sendo assim, manter a posição certa é essencial para cuidar da nossa saúde e evitar problemas futuros.
 
Aqui, é fundamental lembrarmos que a estrutura musculoesquelética humana trabalha de uma forma harmônica e sincronizada, necessitando da boa postura para que as articulações se encaixem e trabalham em equilíbrio. Entenda, abaixo, o que acontece caso isso não ocorra.
 

Problemas causados pela má postura

Uma aparência “torta” e desleixada não é o único efeito negativo da má postura. Como dito, ela também afeta expressivamente a saúde acarretando diversos problemas. Veja os exemplos que listamos.
 
Escoliose
A escoliose é uma deformidade que afeta a coluna vertebral. Ela se contorce em seu próprio eixo e fica desalinhada, assumindo uma postura inclinada para frente, para trás ou para os lados. Sendo assim, o problema ocorre em um plano tridimensional e causa dor nas costas, danos no nervo espinhal ou medula óssea, infecções na coluna e outros.
 
Cifose
A cifose, ou hipercifose, popularmente conhecida como corcunda, se caracteriza pelo aumento da curvatura da coluna na altura do tórax. As costas ficam mais salientes e o peito impulsionado para trás, ao mesmo tempo em que a cabeça e os ombros tendem ir para frente. Ela causa dores constantes, dificuldade para respirar e compressão nos nervos da coluna.
 
Saliência abdominal
Pessoas que assumem uma má postura também podem apresentar uma maior saliência abdominal. Isso acontece porque existe a tendência de o tecido adiposo, músculos e órgãos internos projetarem para frente em função da posição errada da coluna.
 
Encurtamento muscular
Quando o corpo está na posição errada, a pessoa fica mais encolhida e os músculos relaxam demais, ficando flácidos. Com o tempo, ocorre o seu encurtamento, uma vez que toda a sua extensão não é usada.
 
Algia na coluna
Algia é a designação médica para as sensações dolorosas que se manifestam pelo corpo. A má postura tem como principal consequência as dores na coluna, que ocorrem de forma passageira ou são persistentes em lesões que já se instalaram. Por isso, ela é o primeiro sinal de que existe a necessidade de uma mudança nos hábitos.
 

Os principais erros de postura

Podemos adotar posições inadequadas em diversas situações. Elas ocorrem no trabalho, na execução de atividades rotineiras, nas práticas esportivas e até mesmo nos momentos de lazer, como ao assistir televisão, mexer no celular ou no computador.
 
Atualmente, há dois erros posturais muito comuns. O primeiro deles é a postura do celular. Muito frequente, ela se caracteriza pela inclinação do corpo, mantendo os ombros e a cabeça projetados para frente. Com o tempo, acarreta a retificação da região cervical ou a inversão da curva natural do pescoço.
O segundo, é a postura de escritório. Nesse caso a pessoa permanece sentada durante muito tempo, ou o dia inteiro, sem manter apoio na região lombar, com ombros projetados para frente e a cabeça baixa.
 

Como corrigir desvios de postura

Os problemas de má postura podem estar relacionados tanto com a estrutura corporal do indivíduo, que tem algum desvio em sua anatomia, ou ser um ato voluntário em que a pessoa assume uma posição errada. Em ambos os casos, é possível fazer a correção do posicionamento do corpo, mas aqui listamos algumas medidas que podem ser adotadas no segundo caso para evitar problemas. Confira!
 
Atenção à posição adotada
Policiar-se é a melhor forma de evitar manter uma má postura. Esteja sempre atento à forma como você caminha, permanece em pé, sentado ou deitado. Procure encaixar a coluna corretamente, mantendo os ombros alinhados, o peito ligeiramente projetado para frente, o abdômen contraído e o pescoço reto.
 
Adequação dos ambientes
Principalmente no trabalho, é comum que o indivíduo adéque a posição do corpo para ter acesso aos instrumentos que utiliza. No entanto, o ideal é que o ambiente esteja adequado para ele, com uma cadeira confortável, uma mesa em altura correta e a tela ou ferramentas à altura dos olhos. Tudo precisa ser ergonômico.
 
Uso de coletes ou fitas abdominais
Os coletes são uma excelente alternativa para corrigir a postura porque estimulam o corpo a permanecer na posição correta, com os ombros alinhados, a coluna ereta e o abdômen para dentro. As fitas abdominais são uma opção para quem pratica atividades físicas, pois reduzem o risco de o esportista desenvolver hérnias.
 
Agende sua consulta na Coluna Certa
Na primeira consulta são realizadas a anamnese, exame físico e ortopédico. Logo após, elabora-se um plano de conduta que dirá se serão necessários outros exames de imagens ou laboratoriais. Inicialmente as consultas serão mais freqüentes nas primeiras semanas e conforme a evolução do caso tornam-se mais espaçadas, chegando ao que chamamos de consultas de manutenção da saúde.